skip to Main Content

3 experiências científicas para fazer em casa

Eureca! Quando estudamos ciências, estamos constantemente explorando a natureza e descobrindo coisas incríveis, que muitas vezes nem imaginamos. Aqui na Santi, nossos alunos estão a todo momento se aventurando pelo universo científico, viajando pelos nossos espaços, tendo contato com a natureza e testando hipóteses no laboratório. Como nossos pequenos cientistas não podem ficar parados, os professores elaboraram diversas formas de continuar com os experimentos mesmo durante a pandemia, transformando a casa de cada criança em um grande laboratório! Com práticas propostas e pensadas em conjunto com os próprios alunos, baseados em suas próprias curiosidades, a ideia é sempre estimular a autonomia, a criatividade, a resolução de problemas e, claro, fortalecer os vínculos com a escola e com as práticas científicas. Por isso, listamos aqui 3 experiências incríveis que as crianças e adolescentes da Santi trabalharam ao longo deste ano! 

Manipulando os estados físicos da água

A água é, facilmente, um dos elementos mais incríveis que podemos encontrar na natureza. Ela é essencial para a vida, tanto a nossa quanto a de plantas e animais, funciona como um ótimo solvente e pode facilmente mudar de forma de acordo com fatores variados. Com isso em mente, os alunos do 6° ano tiveram que trabalhar manipulando os estados físicos da água e, com orientação do professor, comparar os diferentes pontos de congelamento da água doce, salgada e misturada com detergente. O experimento buscava mostrar aos pequenos como o processo de congelamento pode ser afetado por outros elementos, inclusive fazendo com que a água não congele. Utilizando materiais simples, como colher de sopa, forma de gelo ou copo pequeno, as crianças deviam colocar a água comum, potável, em uma forma de gelo ou copo e levar ao freezer, acompanhando a cada 15 ou 30 minutos o seu congelamento. Depois, bastava repetir o processo, mas inserindo diferentes quantidades de sal ou detergente em cada copo para observar as mudanças em cada etapa testada.

Explorando Marte pelos Games

Você já pensou em morar em outro planeta? Por agora, essa ainda é uma realidade distante, mas que já é possível nos jogos! Usando um jogo que simula Marte, nosso vizinho espacial, os alunos do 7° ano foram desafiados a montar uma base interplanetária para humanos no planeta vermelho! Acompanhadas pelo professor de ciências Stefan Bovolon, as jogatinas acontecem uma vez por semana e buscam, além de ensinar sobre a astronomia, inserir os games como uma ferramenta de ensino mais interativa e divertida para os alunos, tornando o aprendizado mais intuitivo e lúdico. 

Conhecendo o poder de corrosão dos ácidos

Quando falamos de química, as combinações mais bizarras podem gerar resultados ainda mais inimagináveis! Utilizando apenas vinagre, que funciona como ácido acético, um ovo em estado natural, sem alterações, um copo e um papel alumínio, os alunos do 9° ano tiveram a oportunidade de testar o poder de corrosão, controlada e segura de manipulação, do ácido acético com o cálcio. A experiência consistia em acrescentar o ovo no recipiente de forma cuidadosa, para não quebrar a casca, acrescentar vinagre até cobri-lo e depois tampar o copo com papel alumínio. Os alunos deveriam checar dia a dia, em suas geladeiras, através do copo de vidro, como estava a casca do ovo. Como resultado, os alunos puderam observar como a parte rígida do ovo, feita de cálcio, era removida, restando apenas as proteções em forma de película translúcida ao redor do ovo. Assim era possível observar seus interiores e manuseá-lo como se fosse uma bola de borracha, mas sempre com muito cuidado! 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top