skip to Main Content

Como escolher a escola mais adequada?

Na Santi, mães e pais são convidados a visitar o espaço físico da instituição, além de conhecer a proposta pedagógica, a missão e os valores que pautam o ensino

O mês de outubro é a época em que diversas famílias estão à procura da primeira escola para os seus filhos e filhas. Mas, como decidir pela escola mais adequada? Excluindo as questões financeiras e de distância entre escola e casa – fatores que acabam tendo determinada influência de acordo com as famílias – deve-se ter em mente os modelos educacionais que se encaixem dentro dos princípios e valores educacionais de cada núcleo familiar.

Desta maneira, cada elemento, – desde o método de ensino, práticas pedagógicas, estilo de relacionamento e até mesmo as instalações que a escola oferece –, deve ser analisado com bastante atenção pelas famílias, para que os momentos em que as crianças e adolescentes passem dentro da escola estejam de acordo com as expectativas que elas buscam.

Para tanto, na Escola Santi – localizada no bairro do Paraíso, em São Paulo –, que este ano completa 50 anos de atuação, há um trabalho especial às mães e pais que buscam a primeira escola para as crianças. 

EDUCAÇÃO INFANTIL

Escolher a primeira escola para a filha ou o filho é uma tarefa que exige muita reflexão, sobretudo para mães e pais de primeira viagem. Afinal, trata-se de um momento de extrema importância para os pequenos, que estão prestes a adentrar no universo da Educação Infantil.

Para Dami Cunha, coordenadora pedagógica da Escola Santi, o elemento principal para a escolha da primeira escola é que os valores e princípios dos pais estejam alinhados com o que a escola propõe “e que eles saibam o que desejam de uma instituição de ensino e os principais critérios que os levarão à decisão”.

A partir desta seleção e após conhecer a proposta pedagógica da escola – neste item, quanto mais informação sobre os métodos existentes, mais assertiva será a escolha – ficará mais fácil direcionar quais as instituições de ensino visitar. 

Brincar e Aprender – A concepção pedagógica da Escola Santi parte de pressupostos construtivistas, que consideram o diálogo entre os processos de ensino e de aprendizagem, articulando a ação intelectual do aluno, as particularidades de cada conteúdo de ensino e a intervenção do professor.

“A Santi acredita que o ser humano aprende estabelecendo relações entre o que já sabe e as novas informações. Por isso, propõe um ensino baseado na resolução de problemas, por meio do qual o aluno é incentivado a pesquisar, participar, descobrir e atuar com autonomia”, afirma Dami Cunha. 

No ensino infantil, essas relações de aprendizagem estão amparadas pelo Eixo do Brincar. Desta maneira, os objetivos desenhados para cada grupo etário visam garantir a todos os direitos de aprender sobre si mesmas, sobre os colegas e sobre o mundo, além de conviver e valorizar a diversidade, investigar fenômenos científicos, explorar elementos da natureza, apropriar-se de elementos da cultura, usar diferentes linguagens para expressar ideias, hipóteses e opiniões, conhecer o universo da matemática, contar e conhecer os números, refletir sobre como se escreve, apaixonar-se pelos livros, entre tantos outros saberes.

Espaços – Em seus espaços para os alunos e alunas da Educação Infantil, a Santi oferece uma infraestrutura completa, com quintal, praça da areia, parede de escalada, biblioteca, espaços de brincar cobertos e ao ar livre, além de salas amplas, arejadas e “vivas”. As aulas de Música, Cultura do Corpo e Movimento e Inglês, completam o currículo da Educação Infantil, assegurando às crianças o que é necessário ao seu pleno desenvolvimento nos aspectos cognitivo, físico e socioemocional.

 

EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL

Com relação ao Ensino Fundamental (1º ao 9º ano), A Santi mantém um olhar atento para questões atuais e seguindo sua proposta pedagógica construtivista. 

Além das disciplinas tradicionais, a grade curricular da Santi traz ainda matérias como Procedimento de Estudo (6º ano), Competências Sócio Emocionais (divididas em Mindfulness, Estratégias para Atuação em Grupo e Ação de Impacto Social, para os estudantes do 7º ano), Projeto Bilíngue (Garbology e Games & Coding para o 8º ano) e Design Thinking (9º ano).

Visitas – Também é importante conhecer previamente os espaços físicos e a infraestrutura oferecidos pelas escolas. Neste caso, Dami destaca que a visita deve ser feita em horários em que a escola esteja funcionando, para que os pais tenham uma noção de como é a instituição “viva”, em plena ação de seu cotidiano. Apresentar os espaços de forma ampla e contar a história da escola também é fundamental.

Vale destacar que as famílias que desejem conhecer a Escola podem conferir no site as datas disponíveis para visita. Elaborar perguntas e dúvidas previamente para estes encontros também é uma boa ideia para que se conheça o que cada escola pode oferecer. 

Já as famílias que agendarem a sua visita à Santi, além de ver de perto e interagir com seu espaço físico, também conhecerão os princípios que pautam a escola, nestes 50 anos dedicados à educação: a excelência no ensino, o conhecimento de si mesmo e do outro e a relação com o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top