skip to Main Content

Procedimentos de registro e de escrita

Os Conteúdos Programáticos seriados ao longo da escolarização são um dos índices que revelam o perfil do estudante que a Escola quer formar. Mas como é possível ao aprendiz protagonizar seu próprio processo de aprendizagem diante dessas escolhas, que não são feitas por ele?

É por meio da monitoração dos caminhos de aprendizagem a serem trilhados que aprendemos a aprender. Diante disso investimos em prever, partilhar e registrar conjuntamente no caderno as trajetórias do trabalho a ser realizado com os Conteúdos Programáticos previstos para a série, através de um plano de ações organizado em 3 momentos:

1. Sistema de entrada (levantamento de conhecimentos prévios / revisão / problematização);
2. Corpo (realização dos exercícios, da pesquisa, da leitura, da escrita, etc.);
3. Sistema de saída (sistematização / generalização / ampliação – das normas gramaticais, dos sentidos da leitura, do funcionamento dos textos, etc.).

Some-se a isso o investimento no uso dos recursos de destaque sobre o registro desses conteúdos no caderno (como uso do espaço da página, cores, tamanho de letra, bordas, sinais, recados, entre outros) que contribuem para que o aprendiz interaja com seus registros e hierarquize as informações, que só podem ser percebias como relevantes se a elas forem atribuídos significados.

Daí a importância de que o caderno se configure não apenas como um repositório de transcrições, mas como fonte de consulta e material de estudo, desde que permita visualizar e monitorar o percurso de construção do conhecimento, significar os registros ali realizados, favorecer a memória dos conteúdos e promover o aprender a aprender.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top